2.10.07

REFUTAÇÃO DOS APOLOGISTAS CONTRA O JUDAÍSMO - Séc II


Os judeus dos primeiros séculos diziam:

"O cristianismo é um desvio do judaísmo".


Resposta dos apologistas:


A lei judaica é temporária por definição e encaminha para a nova aliança.


Os judeus diziam:


"O humilde carpinteiro morto numa cruz não corresponde ao Messias profetizado no AT."


Resposta dos apologistas:


O AT predisse o sofrimento e também a glorificação do Messias.


Os judeus diziam:


"A divindade de Cristo vai de encontro à unidade de Deus."


Os apologistas diziam:


O AT deixa prever a pluralidade de pessoas dentro da unidade da deidade.




OS ARGUMENTOS DOS APOLOGISTAS CONTRA O JUDAÍSMO:


As profecias do AT foram cumpridas em Cristo

Os tipos (ritos e símbolos) do AT apontam para Cristo.

A destruição de Jerusalém confirma a visão de que Deus condenou o judaísmo e apoiou o cristianismo.




Fonte: História da Igreja em Quadros - Ed. Vida./Imagem: Ruínas de uma sinagoga judaica em Cafarnaum.

Um comentário:

Ivani Medina disse...

Quando iniciei minha pesquisa diletante acerca da origem do cristianismo, eu já tinha uma ideia formada que pode parecer esdrúxula: nada de Bíblia, teologia, mitologia e para que o Novo Testamento fosse escrito, o que esse mesmo mundo poderia me contar a respeito dessa curiosidade histórica? Afinal, o que acontecia nos quatro primeiros séculos no mundo greco-romano, entre gregos, romanos e judeus? Ao comentar o livro “Jesus existiu ou não?”, de Bart D. Ehrman, exponho algumas das conclusões as quais cheguei e as quais o meio acadêmico de forma protecionista insiste ignorar.

http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver